A ASSOCIAÇÃO
PRIMEIRA PESSOA
GUIAS
NOTÍCIAS
EDITORA PÚBLICA
REDE
CONTATO
ASSOCIE-SE
LOGIN
Jeduca | Associação dos jornalistas de educação
notícia

MEC explica base e seus próximos passos

06/04/2017

Secretária-executiva Maria Helena Guimarães de Castro falou na terça-feira (4) à Jeduca sobre a Base Nacional Comum Curricular e seu processo de implementação

Base: o caminho até as escolas
Agência Brasil

Na terça-feira (4) a diretora da Jeduca Mariana Tokarnia entrevistou a secretária-geral do MEC (Ministério da Educação) Maria Helena Guimarães de Castro sobre a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) da educação infantil e do ensino fundamental. A BNCC foi entregue nesta quinta-feira (6) ao Conselho Nacional de Educação.

 

Maria Helena falou sobre o que é a base e o seu grande objetivo: definir os conhecimentos essenciais que todo estudante tem o direito de aprender. Ela é uma referência nacional para os currículos estaduais, municipais e das escolas.

 

 

 

A BNCC define competências gerais a serem desenvolvidas durante a educação básica. Elas se desdobram em competências específicas nas áreas de conhecimento e em habilidades e objetivos de aprendizagem que deverão ser desenvolvidos nos currículos dos estados e municípios. A base não define métodos e abordagens pedagógicas; isto é prerrogativa dos currículos.

 

 

A base garante uma unidade nacional e estabelece a progressão das aprendizagens para a educação infantil e para os nove anos do ensino fundamental. Os currículos vão contextualizar as aprendizagens prescritas na BNCC à realidade regional e local.

 

 

O CNE deve analisar e aprovar a base ainda este ano. A Secretaria de Educação Básica já tem um planejamento para iniciar programas de formação para orientadores e coordenadores pedagógicos, que são os gestores dos currículos nos estados municípios. Esses programas serão feitos em parceria com Consed e Undime (entidades que representam, respectivamente, secretários estaduais e municipais de Educação), ONGs e universidades. 

 

 

Está previsto para 2018 o início de programas de formação continuada de professores. A expectativa é de que os novos currículos comecem a ser implementados em 2019.

 

 

apoiadores
Itau Social
Itau
Instituto C&A 25 anos
Telefonica Fundação / Vivo
Fundação Lemann
Instituto Natura
CENPEC
Campanha Nacional pelo direito à educação
Parto Lauand
Todos pela educação
Instituto Ayrton Senna
Instituto Unibanco
Fundação Roberto Marinho
OEI
ABRAJI
Cooperação reperesentação do Brasil
JeffreyGroup
primeira pessoa