A ASSOCIAÇÃO
PRIMEIRA PESSOA
GUIAS
NOTÍCIAS
EDITORA PÚBLICA
REDE
CONTATO
ASSOCIE-SE
LOGIN
Jeduca | Associação dos jornalistas de educação
notícia

MEC fala para 70 jornalistas em videoconferência da Jeduca

29/09/2016

Secretário de Educação Básica Rossieli Soares respondeu a mais de 30 perguntas sobre MP do ensino médio; ele prometeu participar de nova videoconferência sobre portaria do turno integral

Rossieli: sabatina concorrida
Secretaria da Educação do Amazonas

 

Caso o vídeo desta página não estiver ativo, assista aqui à entrevista ao vivo.

 

O secretário de Educação Básica do MEC (Ministério da Educação), Rossieli Soares da Silva, participou nesta sexta-feira (30) de videoconferência promovida pela Jeduca para esclarecer jornalistas sobre a Medida Provisória nº 746, que cria o Novo Ensino Médio. Ele respondeu a mais de 30 perguntas de profissionais de todo o país e se comprometeu a participar de nova videoconferência após a publicaçao da portaria que definirá normas para a ampliação do turno integral nos Estados. O evento foi acompanhado por cerca de 70 jornalistas.

 

Mediada pela jornalista Elisângela Fernandes, diretora da Jeduca, a entrevista ganhou destaque em vários veículos. Foi capa do G1 (Secretário rebate emendas que pedem disciplinas obrigatórias no ensino médio) e rendeu outras reportagens no próprio G1 (Portaria de programa do ensino médio integral deve sair nesta semana, diz MEC), no UOL (Vai doer, mas professor vai ter mais qualidade, diz MEC sobre ensino médio), no Valor (MEC diz que reforma por MP estimulou debate sobre educação), no site da revista Nova Escola ("O Brasil não pode ficar mais 10 anos discutindo o ensino médio") e na Agência Brasil (MP do ensino médio recebe 568 emendas de deputados e senadores). Dúvidas de jornalistas não abordadas por Rossieli por falta de tempo durante a videoconferência, de 1h30 de duração, foram encaminhadas à Assessoria de Imprensa do MEC, que se comprometeu a respondê-las. 

 

Anunciada na quinta-feira (22) da semana passada, para reverter a crise do ensino médio – o nível de aprendizado dos estudantes está estagnado desde 2011 –, a MP prevê flexibilizar a grade curricular, composta por 13 disciplinas obrigatórias. Ela permite ao estudante escolher entre cinco áreas (Linguagens, Matemática, Ciências da Natureza, Ciências Humanas e Formação Técnica e Profissional) para adaptar a trajetória escolar aos seus interesses. O governo também anunciou o investimento de R$ 1,5 bilhão para os estados iniciarem ou acelerarem a ampliação da carga horária nos três anos do ensino médio de 800 horas para 1,7 mil horas, o que implicaria a adoção do turno integral de 7 h diárias.

  

Rossieli Soares foi anunciado como secretário de Educação Básica em 24 de maio. Anteriormente, ele comandava a Secretaria da Educação do Amazonas e ocupava a vice-presidência do Consed (Conselho dos Secretários Estaduais de Educação).

 

A videoconferência teve o suporte técnico do Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária).

 

apoiadores
Itau Social
Itau
Instituto C&A 25 anos
Telefonica Fundação / Vivo
Fundação Lemann
CENPEC
Campanha Nacional pelo direito à educação
Parto Lauand
Todos pela educação
Instituto Ayrton Senna
Instituto Unibanco
Fundação Roberto Marinho
OEI
ABRAJI
Cooperação reperesentação do Brasil
JeffreyGroup
primeira pessoa